Depressão

Depressão:
Trata-se de um patologia psiquiátrica cuja a alteração principal é o humor ou afeto deprimido e geralmente acompanhada por alterações das atividades e com outros sintomas secundários.

Distúrbio mental caracterizado por Depressão persistente ou perda de interesse em atividades, prejudicando significativamente o dia a dia.

.

Sintomas:
Na depressão encontramos sintomas psíquicos e físicos. Os sintomas da depressão são variados, como tristeza, pensamentos negativos, sintomas físicos e corporais. Estão presentes: humor deprimido, perda ou desinteresse pela vida, dificuldade de concentração, alteração do apetite, alteração do sono, perda ou ganho de peso, lentificação  das atividades físicas e mentais, sentimentos de culpa, fracasso.

A depressão também pode ser associada a pensamentos suicidas.


Quais são as causas? Biológicas e emocionais ? 
As causas são múltiplas: fatores genéticos e fisiológicos, por exemplo familiar de primeiro grau de indivíduos com depressão tem riscos de duas a quatro vezes mais elevado de desenvolver depressão.  
 
Causa psicológicas como experiências adversas na infância e ambientais, como eventos estressores podem desencadear a patologia.

As pessoas podem ter:

No humor: ansiedade, apatia, culpa, descontentamento geral, desesperança, mudanças de humor, perda de interesse, perda de interesse ou prazer nas atividades, solidão, tristeza, tédio ou sofrimento emocional.
No comportamento: agitação, automutilação, choro excessivo, inquietação, irritabilidade ou isolamento social.
No sono: despertar precoce, excesso de sonolência, insônia ou sono agitado.
Na cognição: falta de concentração, lentidão durante atividades ou pensamentos suicidas.
No peso: ganho de peso ou perda de peso.
No corpo: fadiga ou fome excessiva.
Também é comum: depressão, abuso de substâncias, falta de apetite ou repetição incessante de pensamentos.

O tratamento consiste no uso de antidepressivos:
A base do tratamento geralmente inclui medicamentos, psicoterapia ou uma combinação dos dois. Cada vez mais, as pesquisas sugerem que esses tratamentos podem normalizar alterações cerebrais associadas à depressão.

Tratamentos:
Psicoeducação, Fototerapia, Terapia familiar, Terapia comportamental e Psicoterapia.

Procure um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), Gratuito pelo o SUS.

Especialistas: Psicólogo clínico, Psiquiatra e Clínico geral.

Fontes:

saude.gov.br

einstein.br

drauziovarella.uol.com.br

youtube.com/user/minutospsiquicos